Eleição de hoje em Magé prepara terreno para 2012

Vencedor vai se credenciar para disputar reeleição depois de 13 meses de governo

POR MARCOS GALVÃO

Magé – O resultado dos votos dos 159.364 eleitores que deverão ir às urnas hoje eleger o novo prefeito de Magé vai muito além da escolha de quem vai administrar a cidade nos próximos 13 meses.

Com novas eleições marcadas para 2012, quem vencer terá nas mãos a máquina administrativa para tentar, com mais facilidade que os adversários, uma reeleição para mais quatro anos de governo. E, para o PMDB, do governador Sérgio Cabral, o importante é que o candidato aliado, o empresário Nestor Vidal, vença. Sua vitória sobre a família Cozzolino — que tem um protegido na disputa — é o caminho aberto para parcerias. “Magé está muito próximo das futuras instalações do Comperj (Complexo Petroquímico do Estado). É essencial vencermos lá”, diz o vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

O clã dos Cozzolino aposta no vereador Werner Saraiva (PTdoB), que travou disputa polarizada com Vidal na breve e tumultuada campanha eleitoral, marcada por denúncias de uso da máquina pública e grande presença das forças de segurança. Núbia Cozzolino e o vice, Rozan Gomes, eleitos em 2008, foram cassados no ano passado por abuso de poder político e econômico, e uso indevido dos meios de comunicação nas eleições. Quem assumiu após a cassação dos dois foi o irmão de Núbia, o presidente da Câmara, Dinho Cozzolino, que é do PMDB, mas vai abandonar o partido.

O PT, com o apoio do senador Lindbergh Farias, aposta no vereador Álvaro Alencar, uma prova de que a aliança PMDB-PT no estado não corre às mil maravilhas.

O vereador Genivaldo Ferreira, o Batata (PPS), ex-aliado de Núbia, corre por fora. Em seu terceiro mandato na Câmara, terá como maior revés as denúncias que enfrenta na Justiça por ser acusado de quatro homicídios.

Apoio de Lindbergh é estratégia para 2014

Com o firme propósito de se candidatar ao governo do estado em 2014, o senador Lindbergh Farias (PT) foi três vezes a Magé, em apoio ao candidato a prefeito do partido, Álvaro Alencar, de 29 anos.

A estratégia reforça a tese de que a aliança entre PMDB e PT não é observada quando se trata de eleições municipais no interior do estado.

Eleito vereador com 1.840 votos, Álvaro cumpre seu primeiro mandato e disputa a prefeitura tendo maior trunfo o apoio de Lindbergh. Na maioria das suas placas de propaganda, ele aparece ao lado do senador. Em outras, Álvaro usou fotos ao lado da presidenta Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula.

Fortalecer o PT na Baixada, que hoje administra as prefeituras de Mesquita e de Paracambi, e buscar novas lideranças são estratégias usadas por Lindbergh para consolidar seu caminho rumo ao Palácio Guanabara, em 2014.

PSOL e PCdoB também disputam

Romper o ciclo político da família Cozzolino é objetivo comum aos candidatos Octaciano Ramos, o Piano (PSOL), e Ezaquiel Siqueira (PCdoB). Com poucos recursos para gastar na campanha, eles quase não foram vistos em placas ou outdoors na cidade.

Piano, candidato derrotado a prefeito na eleição passada, diz que lutará por maior transparência e moralização da prefeitura. Ezaquiel Siqueira é vice-presidente do Conselho de Assistência Social de Magé, e participa ativamente de movimentos sociais.

Clima é de tensão em Magé

As eleições para a prefeitura de Magé, que serão realizadas hoje, das 8h às 17h, serão monitoradas e terão forte esquema de segurança. Ontem, o clima foi de tensão. Pela manhã, fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) apreenderam um trio elétrico que circulava em Piabetá com o som ligado.

O carro participava de uma carreata da campanha do candidato Werner Saraiva, da coligação entre PT doB e PTC. Ele é apoiado pela ex-prefeita Núbia Cozzolino.

A fiscalização do TRE recebeu quatro denúncias de agressão a cabos eleitorais do candidato Nestor Vidal, da coligação entre PMDB, PSDB, PSL e PSC.

DENÚNCIA SEM CONFIRMAÇÃO

Uma das vítimas foi à 148ª Zona Eleitoral com a boca sangrando para denunciar a agressão. “Orientamos que procurasse a delegacia de Piabetá”, contou Rabello.

Na tarde de ontem, os ficais cumpriram ainda seis mandados de busca e apreensão depois de receberem denúncias de compra de votos. Os mandados foram cumpridos com a ajuda da 4ª Delegacia da Polícia Federal.

Mas as denúncias não foram confirmadas. Wagner Rabello disse acreditar que elas possam ter sido feitas por candidatos tentando desviar o foco da fiscalização na véspera da eleição. “Um dos mandados era por distribuição de cestas básicas, e os outros para checar compra dos votos dos eleitores”, explicou Wagner Rabello.

Tribunal proíbe manifestações

É necessário levar à Zona Eleitoral um documento com foto para votar.

Está proibida a propaganda com alto-falantes ou amplificadores de som. Estão vetadas carreatas, passeatas, caminhadas e divulgação de músicas com mensagens dos candidatos.

Está proibida ainda a distribuição de material gráfico com informações ou imagens dos candidatos.

É permitido que o leitor manifeste silenciosamente seu apoio ao candidato, com broche, adesivo ou bandeirinha no momento em que for votar. Esse apoio deve ser individual e feito de forma espontânea.

31/07/2011 às 08h10m

De:http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2011/7/eleicao_de_hoje_em_mage_prepara_terreno_para_2012_181492.html

About these ads

Uma resposta para “Eleição de hoje em Magé prepara terreno para 2012

  1. leandro boneville

    sou leandro boneville e sou pre canditado a vereador d mage, conto com o voto dos mageenses. pois o povo esta cansado d corrupcao. renove ja!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s